sexta-feira, 8 de julho de 2011

Songwriting



Conversando sobre música com o Caco Singer, meu companheiro de trabalho na Nova Brasil FM, estávamos lembrando os vários significados, as várias leituras que as pessoas podem fazer de uma mesma música, mesmo aquelas claras, não tão poéticas, e decidi escrever sobre o assunto:

O processo de uma música

O letrista pensa num tema.
A melodia a transforma em outra coisa.
A voz a interpreta de uma forma particular.
E o ouvinte vê na música a sua história, outra história...
Nos apossamos da música, viajamos com ela, fazemos dela o nosso momento.
E originalmente ela queria dizer... outra coisa.


Encontrei depois uma frase de Mário Quintana referindo-se à literatura, mas que na verdade segue o mesmo raciocínio:

"A gente pensa uma coisa, acaba escrevendo outra e o leitor entende uma terceira coisa... e, enquanto se passa tudo isso, a coisa propriamente dita começa a desconfiar que não foi propriamente dita."

Sempre digo que sou privilegiada por trabalhar em rádio, com música. Principalmente pelo fato de trabalhar com música brasileira neste momento.
E, como muitos, viajo com algumas letras.
Faço delas, porém, a minha leitura. Como disse anteriormente, a interpretação de uma música é muito particular.
Por vezes isolamos uma frase que longe do todo transforma completamente a proposta do compositor.
Mas nem por isso deixa de atingir seu objetivo. ;)

(Luciana de Melo - locutora e jornalista)